Páginas

sábado, 9 de abril de 2011

EXERCÍCIO SOBRE FRASE, PERÍODO E ORAÇÃO

ESCOLA MILTON PESSOA
ALUNO(A):__________________SÉRIE:_________________
DISCIPLINA: Português    PROFESSORA: Liliam Ferraz    DATA:______
NOTA:________
                        
1. Das frases abaixo relacionadas, indique as que contêm oração ou orações:
(    ) Que dia quente!
(    ) Belas, as manhãs sertanejas!
(    ) Estou em Monteiro há onze anos.
(    ) O aluno compreende perfeitamente o olhar do professor .
(    ) Silêncio!
(    ) O sol brilhava no céu nordestino.

2.  Assinale as alternativas em que não há oração:

(              ) Havia muita gente naquela festa.
(              ) Socorro!
(              ) Que tristeza!
(              ) Aquele aluno nao se saiu bem na avaliação.
(              ) Despediu‑se da esposa antes de viajar para aItália.
(              ) Atenção, curva sinuosa!
(              ) Banco do Brasil.

3. Classifique os períodos abaixo em simples ou compostos.
a) Nestas férias, fomos conhecer Ouro Preto.____________________
b) Ninguém perguntou se ele virá ao concerto.____________________
c) Quando chove, a cidade fica insuportável.______________________
d) Não gostei do filme, os acontecimentos são muito previsíveis.________
e) Não empresto meus CDs a ninguém.__________________________

4. Sublinhe os verbos e coloque nos parênteses o número de orações existentes em cada período. (Lembre-se: numero de verbos = número de orações)

(              ) Hoje é sábado de carnaval e os jovens estão animadíssimos.
(              ) O governo deve garantir a educação de todas as crianças.
(              ) Olhei, gostei, tinha dinheiro, portanto comprei.
(              ) Fui à cidade, assisti ao filme que queria e voltei para casa.
(              ) Comprei um bilhete de loteria e fiquei milionária.
(              ) Sua mãe acaba de chegar à reunião.

5.  Identifique o que se pede abaixo:

a) Um homem estranho esteve aqui
VERBO:______________________________________________

SUJEITO:_____________________________________________

NÚCLEO DO SUJEITO:_________________________________

PREDICADO:__________________________________________ 

b) Os alunos do 7º ano estão se esforçando nos estudos.
VERBO:______________________________________________

SUJEITO:_____________________________________________

NÚCLEO DO SUJEITO:__________________________________

PREDICADO:__________________________________________ 

c) O amor á mãe é fundamental.
VERBO:______________________________________________
SUJEITO:_____________________________________________
NÚCLEO DO SUJEITO:__________________________________
PREDICADO:__________________________________________ 
d) Virou uma fera o meu pai.
VERBO:______________________________________________

SUJEITO:_____________________________________________

NÚCLEO DO SUJEITO:__________________________________

PREDICADO:__________________________________________ 

e) As estrelas não eliminam a noite.
VERBO:______________________________________________
SUJEITO:_____________________________________________
NÚCLEO DO SUJEITO:__________________________________
PREDICADO:__________________________________________ 

f) Pedro chegou estressado em casa.
VERBO:______________________________________________
SUJEITO:_____________________________________________
NÚCLEO DO SUJEITO:__________________________________
PREDICADO:__________________________________________ 

6. Compreensão do texto:           Na ponta do nariz
Tiago chateado chegou perto da mãe, dizendo que estava com um problema muito grave e justo no dia em que Daniela, a menina mais bonita da turma ia visitá-lo. Dona Iara tentou acalmá-lo, explicando que muitos garotos já passaram pelo mesmo problema.
Quando a mãe, dando por resolvido o problema, ia se afastando, Tiago voltou à carga:
- Se a senhora pensa que está me convencendo, enganou-se. E não vá saindo de mansinho, que meu problema ainda não está resolvido.
Ela quase riu. Disposta a continuar a conversa com o filho, dona Iara aproximou-se dele:
- Está bem, Tiago. Vamos resolver seu problema!
- Como?
- Não sei. Talvez passando um pó... ou algo parecido.
- Você está louca?
- Um pedaço de esparadrapo ou band-aid.
- Ficou pior.
- Quer que eu te leve ao médico?
- Também não é tão grave assim!
- Que tal pegar um lençol e fazer dois furos?
- Gozação, mãe? Eu tô sofrendo!
Ela não respondeu. Silêncio. Momento de decisão.
- Você quer que eu resolva? (mostrando os polegares) Resolvo já. Venha cá e pare com isso de uma vez!
Nesse momento, um som estridente de campainha invadiu o cômodo onde conversavam, interrompendo-os.
- Chiii... É ela!
Silêncio.
De novo a campainha irritante.
- Quer que eu vá lá e diga que você não está?... Que você não está bem e não pode fazer o trabalho?...
Ele arregalou os olhos e respondeu apressadamente:
- De jeito nenhum! Por nada deste mundo!
Em seguida foi ao banheiro, aproximou-se do espelho e mirou-se desanimado. Seu rosto redondo, cheio de saúde, apareceu refletido no cristal. E ali, bem na ponta de seu nariz, bem vermelha, redonda e exibida, uma enorme e primeira espinha a enfeitar-lhe a extremidade. Feito um vulcãozinho colorido; na ponta da estufada e redonda espinha vermelha, uma pontinha amarela. Bonita até, se não fosse no nariz dele.
Tiago respirou fundo, acariciou levemente a saliência e saiu em direção à porta.
- Com espinha ou sem espinha, lá vou eu.
E foi. Carregando consigo seu enorme problema, uma primeira e saliente espinha na ponta do nariz. Junto do problema, uma grande delícia: fazer um trabalho de classe com a menina mais querida da turma.
Edson Gabriel Garcia. Meninos e meninas; emoções, sentimentos e descobertas. São Paulo, Loyola, 1992.

1. Quem são as personagens da história? ____________________________
2. O que havia de diferente no corpo de Tiago? _______________________
3. Por que Tiago se preocupou tanto? ______________________________
4. Assinale a alternativa correta de cada item:
a. “Quando a mãe, dando por resolvido o problema, ia se afastando, Tiago voltou à carga”.
A expressão em destaque, no trecho acima, significa:
(              ) Tiago recomeçou a falar sobre o mesmo assunto.
(              ) Tiago voltou e pegou algo pesado.
(              ) Tiago começou a chorar.
(              ) Tiago resolveu espremer a grande espinha.
(              ) Todas as alternativas estão corretas.

b. “Tiago respirou fundo, acariciou levemente a saliência e saiu em direção à porta”.
Respirar fundo, no trecho acima, significa:
(              ) Encher os pulmões de ar.
(              ) Criar coragem.
(              ) Prender a respiração.
(              ) Pensou muito.
(              ) Todas as alternativas estão erradas.
5. O que fez com que Tiago enfrentasse o problema? ______________________

25 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Haveria a possibilidade de enviar o gabarito? Desde já muito obrigada pelos exercícios, está sendo de grande ajuda. Fico no aguardo.
    Lilian

    ResponderExcluir
  3. tem gabarito?? envia para meu email graziwelter@hotmail.com.br

    ResponderExcluir
  4. SENHOR(A) TEM COMO ENVIAR O GABARITO? POR FAVOR ESTOU PEDINDO COM EDUCAÇAO...OBG

    ResponderExcluir
  5. Querem o favor e ainda querem as respostas. Vão estudar!

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus! Para que gabarito?! São tão fáceis as respostas!

    ResponderExcluir
  7. Exatamente. Mais fácil que isso, só dando as respostas. Precisa não, Liliam. Sua prova tá linda!

    ResponderExcluir
  8. Por gentileza Lilian poderia enviar o gabarito para Paula@mendesprado.com.br.

    Grata

    ResponderExcluir